Artigos da categoria:Relacionamento

Particularmente eu adoro começos de anos, em especial o mês de janeiro e principalmente para iniciarmos o que eu achamo de Projeto Amando com Saúde. Acredito que esse é um mês terapêutico porque gera muita reflexão nas pessoas, a respeito de quais são os seus desejos para esse ano e como planejá-los para colocar em prática. Bem, um dos desejos mais...
1) Necessidade de Desassociarmos Amor de Ciúmes   Existe uma crença dentro do modelo do amor romântico, que é o modelo de amor que fundamenta os relacionamentos na nossa cultura, de que se não houver ciúmes não existe amor. Essa crença, historicamente, vem do modelo anterior ao amor romântico, o amor cortês, que data de 1700. A crença se mostra tão arraigada...
Para muitas pessoas, conseguir perceber quando estão vivendo um relacionamento adoecido é extremamente desafiador! Estamos tão acostumadas a associar amor a sofrimento que parece comum ter constantemente a experiência dos dois de forma simultânea. (Parece comum, mas não é viu!) Além disso, somos ensinados que é honrado lutar por amor, e que em algum momento seremos recompensados por todo nosso esforço. Mas...
Particularmente acho desafiador falar de como melhorar a autoestima ou amor próprio sem cair nos clichês de autoajuda. Parece que é de conhecimento de todos que autoestima é um componente essencial da saúde mental e bem estar, mas percebo que, paradoxalmente, investimos muito pouco nela. Os alardes dos profissionais da saúde falando sobre a importância do amor próprio, embora acessem as...
Falar de carência afetiva é algo bastante delicado uma vez que ela é muito (mas muito mesmo!) mal vista socialmente. A expressão “mulher carente” é temida tanto por mulheres quanto por homens, pois remete a um tipo de fraqueza. Bem, carência afetiva é algo muito mais complexo e acho uma análise superficial a considerarmos como somente fraqueza, mas vamos lá.   O...
Como superar o fim de um relacionamento? Essa é uma das perguntas mais frequentes em finais de relacionamentos. Terminar um relacionamento, de maneira consensual, é uma situação no mínimo desconfortável (para os que tem suporte) e desesperadora (para os quem não tem!).